Esportes que garantem o sonho de comer e não engordar!

Mulher comendo hamburger

A maioria das pessoas que leva um choque ao se perceber com alguns quilos excessivos já tem uma reação súbita de fazer um milhão de planos para recuperar o peso ideal na velocidade da luz. Se matriculam na academia, compram equipamento para malhar e, muitas vezes, acabam exagerando demais na empolgação e desespero em perder peso que acabam desistindo na mesma velocidade em que começaram, tudo isso para, dali alguns meses recomeçar esse ciclo…
É muito fácil acabar se frustrando por falta de planejamento, de método, paciência e metas. E frustração faz a gente descontar tudo na comida!

Criança comendo macarrão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Separamos algumas dicas fundamentais para ter um planejamento coeso e com bom desempenho na perda de peso:

 

Comer e não engordar: É possível?

Existem formas de comer mais um pouco do que o normal e, mesmo assim, manter o peso ideal. Como? Anote aí:

• Queime calorias!

Parece uma dica óbvia, não é? Mas a verdade é que muitas vezes não racionalizamos de verdade os meios de se perder peso e acabamos tentando diversas coisas diferentes sem manter o foco em nenhuma.
Se pesquisar simplesmente por “Esportes que queimam calorias”, certamente irá encontrar uma série de esportes extravagantes que não condizem muito com o dia a dia da maioria de nós. E você não precisa praticar remo ou alugar hora numa quadra de squashing.

A maioria dos esportes que supostamente queimam uma quantidade relevante de calorias requer algum treinamento e condicionamento prévio, equipamentos dispendiosos. Não que não sejam ótimas opções, é só que para muitos talvez seja algo um tanto irreal, especialmente se o intuito é o emagrecimento e não a competitividade ou interesse na comunidade esportiva.

Homem obeso medindo a barriga

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A corrida, por exemplo, tem uma projeção média de 800 calorias queimadas por hora e certamente é uma atividade prazerosa da qual a execução não custa praticamente nada.
Mas, correr 12 quilômetros em um dia ou passar ininterruptos minutos pulando corda pode ser ainda mais difícil e desgastante do que parece. Se começar a sentir dores de cabeça ou nos pulmões, como se fosse desmaiar, pare imediatamente! Você precisa adotar um ritmo gradual.

Uma alternativa que também está no campo dos exercícios aeróbicos e demanda um único item que maioria das pessoas tem e que não depende necessariamente de um ritmo de excelência ou preparo de outro mundo é o ciclismo.

Homem pedalando na cidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assim como a corrida ou a corda, o ciclismo também tem um alto índice de queima de calorias e também é capaz de exercitar o corpo e a postura como um todo. Fora que andar de bike dá uma sensação de bem-estar e liberdade maior que muitas e muitas outras atividades.

Pedalar não impõe tantas demandas – você pode fazer pausas para descansar, mudar a velocidade e o ritmo sem sentir que está perdendo o rendimento da atividade ou fazendo-a errada. Pedalar correto, por exemplo, é algo muito simples, não é uma atividade que precisa ser aprendida aos poucos através de um personal ou grandes tutoriais: a maioria de nós anda de bike há décadas, sabemos de cor o fundamental.
Atente-se apenas caso acabe sentido dores nas costas, pernas e sensação grande de fraqueza. Não se assuste, apenas faça uma pausa para o descanso e avalie se está capaz para continuar. Evite ir muito além de seus limites, esse é o lado bom da bike: você pode cessar a atividade sem grandes prejuízos, contanto que compense depois o tempo de pausa.

Mulher pulando corda

• Exercícios que ajudam a perder peso

Manter-se em movimento regularmente já é uma boa forma de queimar algumas calorias, além dos esportes, muitas atividades prazerosas podem fazer a frente em sua empreitada.

Que tal uma dança? Outros exercícios aeróbicos em grupo, estar junto de pessoas com motivações similares à sua é sempre algo motivador. Convide companhia para pedalar e caminhar também, assim o tempo passa sem que você sinta a pressão de “chegar lá”, “queimar aquelas calorias”, tudo o que fazemos com quem gostamos fica melhor.

 

Meninas dançando balé

Músculo pesa mais que gordura?

Efetivamente, pesam o mesmo tanto. É óbvio que 1 quilo de algo é igual à 1 quilo de outra coisa. O ponto é que, quando você acumula massa muscular, ela é mais “comprimida” do que a massa de gordura. Quer dizer; uma pessoa de 70 quilos com massa magra terá um aspecto bem diferente de uma pessoa de 70 quilos com massa adiposa.

Por vezes, ao optar por exercícios que sejam mais de musculação do que aeróbicos, essa troca de massa pode assustar na balança e te fazer acreditar que não perdeu uma única grama, quando na verdade teve um desempenho muscular adequado, e isso é ótimo.

Saúde não é sinônimo de perda anormal de peso ou de suar muito nem ficar dolorido. Na verdade, a sudorese não indica nada, apenas que você está com o corpo acima de 37 graus e dispendendo água e minerais. Ao se reidratar, esse “peso” será reposto quase imediatamente.

Esportes e exercícios físicos são um caminho importante para uma vida de qualidade, mas devem ser praticados com qualidade também, como tudo em nossas vidas.

Para acompanhar mais dicas, artigos e promoções em bikes e acessórios, assine a newsletter do portal da Dias Bike e fique sempre por dentro da cultura do ciclismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *